28 de jan de 2010

A arte de encarar que ela tem!

... e ela gosta de encarar coisas, situações e principalmente pessoas.
O dom de olhar nos olhos ela sabe que poucos têm.
Fala muito com o olhar!
Fala até mais do que meras meias e
insignificantes palavras que por aí já ouviu...
E vc, o que pode dizer ou oferecer à ela?
Se não sabe,
baixe já esses seus olhos vazios
e sem graça!!!"

26 de jan de 2010

"...e ela vem, insistindo em manter seu próprio todo em si mesma...
vem sorrindo e vem serena...
vem calma
e explodindo
de alegrias e suas raivas...
e sempre trazendo seus sonhos no olhar...

enquanto ele,
sorri enquanto realiza um a um..."






25 de jan de 2010

Entre dores e sorrisos!


"...e ela acordou de madrugada,
com fortes dores nas costas.
Foi as pressas pro hospital
pois nunca havia sentido uma dor assim!

A doutora pediu uns exames, e aplicou medicações direto na veia...
E ela foi pra casa, mais aliviada da dor...
Deu boa noite à seus pais, e falou ao telefone com quem tanto lhe faz bem antes de adormecer, já bastante sonolenta pela medicação.

Pensou tanto nessa pessoa antes de durmir
e acordou ainda com dor,


porém,
sorrindo..."

13 de jan de 2010



Prendo-me!
Escondo minhas entregas.
Reservo-me!
Tais exposições nunca me trouxeram significantes sentidos..
Protejo-me!
Fecho minhas portas e janelas.

Observo-me...
Vejo nada além de restos do que já fui e sobras do que pretendo ser!


Procuro-me!
E encontro alguém que ao mesmo tempo esconde-se de si mesma, e mostra-se para o mundo!

Surpreendo-me
Sentindo absolutos e esquecidos sentimentos
Tranco-me
Dentro dos meus medos
Liberto-me em em tais braços...
Assumo
minhas fraquezas
e minha frieza, e meus sorrisos sinceros ou forçados!

Entrego-me!
E em seguida, recolho-me!
Entrego-lhe
Mas em seguida, tomo!

Penso.
E deixo tudo no pensar.
Memórias existem pra isso...
E nelas
Deixo tudo que é preciso superar...
Ou pelo menos,
E por enquanto,
E ainda
tento!