27 de out de 2010

Ahh se eles entendessem...

Minhas palavras?
Deixa que eu falo.
O sentido do que falo?
Deixa que eu entendo.
Ele?
Deixa saudades.
Meu paladar?
Deixa que eu apuro.
O meu amor?
Deixa pra lá.


Minhas vontades?
Deixa que eu controlo.
Meus medos?
Deixa que eu afronto.
Minhas mentiras?
Deixa que eu escondo.
Minhas verdades?
Deixa que eu falo baixinho.
Meus planos?
Deixa que eu guardo.
Meu foco?
Deixa que eu acho.
Meu cheiro?
Deixa que eu espalho.
Meus beijos?
Deixa que te entrego.
Minhas preocupações?
Deixa que eu esqueço.
Um lugar seguro?
Deixa que eu te mostro.
Um bom motivo?
Deixa que eu te dou.









'Te revirar pelo avesso' é só uma questão de tempo.

25 de out de 2010

psiu!

Ei, vc

vc mesmo(a)

adoraria mandar-te a merda

mandar-te ao inferno

mandar-te a puta que te pariste (rsrs)

estapear-te,

falar-te umas poucas e boas verdades,

dar-te motivos pra falar de mim

enfiar o dedo na tua cara

gritar pro mundo inteiro saber o quanto vc é pobre perante os meus conceitos do que é ser uma pessoa digna de merecer uns farelos de respeito nessa vida.

Mas prefiro te olhar com aquele meu olhar de descaso, sabe? aquele como quem diz "seu (a) bosta"

Eu sei que vc sabe de qual olhar eu to falando, é o único que eu já te olhei até hj.

Pena que ao invés de querer mudar isso td que penso, prefira simplesmente não me olhar de frente pra não encarar essa minha falta de apetite em relação a vc...

Se imaginasse ao menos 1/3 do que se passa pela minha cabeça quando lembro desse teu rosto imundo... dessa tua voz nojenta... aah meu (minha) caro (a)... jamais levantaria o olhar novamente por vergonha!

Não to apostando nada com ninguém, nem preciso, o papel mais baixo ficou contigo e eu sei que sou bem melhor. Até na arte de atuar estou evoluindo. Me saio bem, repare.

18 de out de 2010

Muda

Muda o cenário
os personagens
Muda o tempo
o dia
a cor...

Mudam os olhares
os perfumes
as vontades...

[ Muda fico
Muda me faço ]

Muda o vinho
a cor da roupa
o corte de cabelo...

Muda o ambiente
os caminhos
Mudam as velocidades...

Muda o filme
Muda o disco
a trilha...

Muda o som que o silêncio faz
Muda a voz mais alta do grito

Muda o tom do esmalte vermelho...


Mudam os modos
os horários
Muda o medo
o refúgio...

Muda a maquiagem
o cheiro da roupa...

Muda o sofá
Muda a sala
o colchão
o travesseiro...

Muda o cinema
Mudam as falas decoradas
Muda o título





E o enredo continua o mesmo