28 de ago de 2012

Para fora


"Despeja tudo que carrega nas costas
Larga as sacolas
Esvazia as malas
E tira essa panela do fogo

Deveria jogar fora logo tudo
Aquilo que não lhe serve mais
Abrir as janelas
Colocar os travesseiros no sol

A solidão é boa
E pode ser o caminho
A solução
A cura para seu mal estar

Acho que se vomitasse tudo
Lavaria o mundo
E a alma!"






22 de ago de 2012

Para quando envelhecer


"Quando nossas mãos ficarem irrugadas
Desejo que tenham outras para segurar
Desejo que a paz reine de uma forma em nós
Incapaz de reinar em outra fase da vida

...

Quero que a solidão fique longe
Que o respeito aumente
Que as experiências sejam muitas
Que as condições de sobrevivências sejam razoáveis
Que o mundo não esteja tão louco
E não ligo se tiver poucas companhias
Desde que sejam boas

Velhice chega para quem vive
Respeite os mais velhos."

1 de ago de 2012

Para gritar no megafone

"Que a poesia salve o dia!
Que a poesia salve o dia!
Que a poesia salve o dia!

Retribuir sorrisos
Alimenta versos"