29 de nov de 2011

Deduções

A fuga é o melhor armamento dos fracos
O medo é o maior erro dos ser humano
A sinceridade é atribuida a poucos
Atitude é quase inédito por aí
Presença não é nada se não é de corpo e alma
Errar é direito de todos
Arrepender-se é mérito de poucos
Perdoar,nobreza dos grandes.
Tempo une e separa
Disperdiçá-lo é bobagem crônica
Música alivia e acalma
Palavras inúteis, prefira guardá-las
Esconder-se é fraqueza anunciada
Negar pode ser válido
Omitir pode ser necessário
Mas enganar é pecado
Solidão nos afasta de nós mesmos
E o medo de encontrá-la causa graves danos
Comodismo é para os tolos
Para os pobres,para os vazios
Apaixonar-se é divino
É para os loucos
É para os sãos
E perder o encanto,
uma tragédia

Um comentário:

  1. "Na solidão é onde encontro o que há de "melhor" em mim (meus demônios), no vazio da agitação é onde se escondem"

    ResponderExcluir