5 de jul de 2012

Inspira, escreve

Vazio dói
Quando pega a gente assim
Vai embora, sai de mim!
Eu mesma causo os males que me afrontam
E ainda sei dar uns sorrisinhos

Dia bom para ler um livro debaixo de uma goiabeira
Comendo doces e fumando cigarros
Ou com a bunda sentada na areia fofa em frente o mar
Sentindo os pés afundando, porém firmes no chão

O dia não está para graça
Apesar de lindo
Nem para ironia
Apesar de patético e agradável

Se não sou digna de receber seus elogios,
Sou muito menos digna de receber suas críticas!
Hoje não...
Guarde-as!
E treine-as, quem sabe, em frente ao espelho

Queria ir para o verão,
Com a barraca e a mochila.


Um comentário:

  1. ola kelinda passando pra retribuir seu carinho... poww ao chegar por aki logo que vejo seus versos bem mais maduros...pouco sutil, por vezes ironica...rsrs
    to adorando...vo continuar passeando pelos seus labirintos
    axézao lindeza

    ResponderExcluir